06/06/2014 11:03
Conheça mais sobre a Lombalgia e seus tratamentos.
Cerca de 80% da população mundial terá algum episódio de dor na coluna ao longo da vida.

Há milhares de anos o homem adotou a postura ereta, o que se tornou um grande desafio, pois não é fácil vencer a ação da gravidade sem sobrecarregar as estruturas músculo esqueléticas, por esse motivo começaram a surgir muitos problemas de coluna, sendo um deles, a lombalgia, considerada atualmente como uma das principais queixas de atendimentos médicos e afastamento do trabalho. Cerca de 80% da população mundial terá algum episódio de dor na coluna ao longo da vida e 4% a 33% de uma população ao mesmo tempo. A lombalgia nada mais é que uma dor ou desconforto na região inferior da coluna vertebral, podendo estar ou não associada a lesões músculo esqueléticas e a instabilidades. Essas instabilidades se dão pelo desequilíbrio e falta de ativação dos músculos (multífidos e o transverso do abdômen), não conseguindo manter a coluna estável na zona neutra (região onde existe pouca resistência fornecida pelo sistema passivo - ossos, articulações e ligamentos).

Existem muitas técnicas de fortalecimento, aumento da resistência, correção da postura e recrutamento muscular Global como o pilates, a musculação, entre outras, porém a mais discutida e específica para o tratamento de lombalgias é a técnica de estabilização segmentar vertebral (ESV) que consiste basicamente em contrações isométricas de baixa intensidade com sincronismo dos músculos profundos do tronco (transverso do abdômen e os multífidos).  A ESV surgiu na Austrália na Universidade de Queensland em 1986. 

Muitas técnicas de fisioterapia como a Osteopatia, Mulligan, Maithand, Mackenzie são utilizadas, porém se não realizada a ESV, o tratamento não se dá por completo.

Rodrigo Paulo

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar!

Nome:
E-mail:

* seu e-mail não será publicado.
Comentário:
Digite o código ao lado:
(gerar outro código)