19/03/2014 08:56
Filtros de Barro e a Polêmica da água engarrafada.
De volta ao passado para criar o futuro.
Um vídeo da ONG "The Story of Stuff - project" lançado em 2010 gerou grande repercussão ao dizer que ao consumo de água engarrafada era uma grande "engodo" criado pela indústria visando apenas retorno financeiro e destruindo o Meio Ambiente.
Além de testes cegos de sabor (nos quais a água da torneira da cidade de Cleveland se saiu melhor que a água engarrafada "Fiji") foram feitos testes de qualidade e pureza nos quais a água de torneira também saiu-se melhor.
As garrafas são feitas de plástico, para produzí-las é necessário petróleo gerando resíduos que poluem entre outras coisas as reservas hídricas fazendo com que a água de fato fique imprópria ao consumo criando assim um círculo vicioso de criação de demanda.
Além disso as garrafas PET não são facilmente recicláveis (não se tornam garrafas novamente), o subproduto desta "reciclagem" chama-se na verdade "Downcicling" que é quando um produto é feito com qualidade inferior aquele que o gerou, no caso o plástico das garrafas. Existe também um movimento de reutilização em camisetas, jardins e decoração que reduzem uma parte do problema, mas nunca serão suficientes para reduzir a quantidade de garrafas no planeta.
A cidade de São Francisco, vanguardista em movimentos e tendências nos EUA deve proibir a venda de água engarrafada em locais públicos e se aprovada  e ela entrará em vigor em outubro deste ano para locais fechados de propriedade pública, e em 2016 para eventos em locais abertos.
Não encontramos dados referentes especificamente ao Brasil quanto a água engarrafada, mas sabemos que a questão das garrafas PET em geral também são um problema também aqui.
A água que tomei minha infância toda vinha da torneira e era colocada em um filtro de barro, que "filtrava impurezas" e ainda deixava a água fresquinha para tomarmos. Anos trás colocou-se em dúvida a eficácia deste método e empresas passaram a fabricar purificadores que era adquiridos e tinha um método "inovador e tecnológico" que garantiria nossa saúde. Qual não foi nossa surpresa quando estudos norte americanos publicados no livro "The Drinking Water Book" comprovaram que a filtragem dos filtros de barro era mais eficientes pois a água era filtrada lentamente, assim os filtros retiam as impurezas, sedimentos e outros elementos químicos como chumbo e ferro.
Diante destas questões, como podemos agir de forma positiva?
A primeira delas é nos conscientizar de nosso papel, assumindo que para mudarmos o mundo nossas atitudes são importantes. Reduza se possível o consumo de bebidas engarrafadas, se você costuma comprar garrafinhas de água para levar consigo, altere o hábito e compre uma reutilizável (melhor ainda se for de vidro) e encha em sua própria casa ou em bebedouros na sua escola ou empresa.
A aquisição de filtros de água, seja de barro ou de parede também contribuirão para redução das garrafas de plástico (principalmente se junto a essa mudança de hábitos você incluir os sucos naturais em sua rotina!).
Pequenas atitudes geram grandes mudanças! Mude! Seja um Comprador do Bem!

Assista ao vídeo: http://storyofstuff.org
Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar!

Nome:
E-mail:

* seu e-mail não será publicado.
Comentário:
Digite o código ao lado:
(gerar outro código)